Planejamento Antifrágil

Planejamento Antifrágil – Como aumentar as chances de acerto em cenários de grande incerteza.

Planejamos para nos tranquilizar com relação a um futuro incerto. E quanto mais detalhado o plano, mais tranquilos ficamos. Mas é uma tranquilidade falsa, afinal, tomamos decisões com base em previsões, a partir de experiências passadas, mesmo sabendo que a realidade pode ser completamente diferente.

Sempre que começamos algo novo, a única coisa garantida é a incerteza. Mas num mundo  que um dia foi volátil, incerto, complexo e ambíguo, e que agora é frágil, ansioso, não linear e incompreensível, nos vemos desafiados a planejar em meio ao caos.

Como fazer para reduzir a margem de erro e ter opções para aproveitar as oportunidades que certamente surgirão, mas não podem ser previstas?

Essa é a abordagem da palestra Planejamento Antifrágil, na qual Luciano Pires aborda certos conceitos anunciados por Nassin Nicolas Taleb em seus livros A lógica do Cisne Negro e Antifrágil.

Mas não é só isso. Luciano traz como pano de fundo algumas histórias dos aventureiros que tentaram desbravar os caminhos do Ártico, muitas vezes terminando em tragédias. O que terá dado errado nos planos deles?

 

Tópicos

O Polo Norte e a Expedição Franklin em busca da Passagem Norte em 1845

A lógica do Cisne Negro e a incerteza

Planejamento de Projetos e Planejamento Estratégico

Planejando no mundo VUCA – Volátil, incerto, complexo e ambíguo

Antifragilidade e Opcionalidade

A Expedição Andrées de 1987

Sobre assumir riscos

Um novo olhar para o Planejamento

 

Planejamento Antifrágil é essencial porque chega num momento único, pós-pandemia, repleto de incertezas sobre o futuro no curto prazo. Que dirá no longo.

Provocativa, bem-humorada e repleta de conceitos e recados impactantes, essa palestra serve para quem quer aumentar as chances de acerto em cenários de grande incerteza.

O Olhar Produtivo

Como contornar os obstáculos que impedem a alta produtividade e performances superiores

  • O desafio da produtividade no Brasil
  • Nossa dificuldade de fixar e priorizar objetivos
  • As “doenças” da produtividade
  • Focando no resultado desejado e não nas horas trabalhadas
  • A capacidade de fazer acontecer

Inspirada na frase “É a economia, estúpido”, que o estrategista político James Carville usou para focar nos reais problemas dos Estados Unidos e que tornou vitoriosa a campanha presidencial de Bill Clinton em 1992, Luciano Pires desenvolveu a palestra O OLHAR PRODUTIVO.

O Brasil está conectado com o mundo, disputando com os melhores dos mercados em todos os cantos do planeta, mas continuamos com um problema: PRODUTIVIDADE. Não conseguimos produzir com a qualidade e a quantidade de outros países. Sofremos com a burocracia, com a falta de planejamento e de engajamento. Aprendemos a conviver com os produtos de qualidade que “dão pro gasto”. Nos contentamos com pouco.

Nesta palestra Luciano Pires trata de produtividade sob o ponto de vista do “olhar produtivo”, ou seja, a consciência dos compromissos assumidos, a capacidade de aprender com os erros, a obsessão pela qualidade, o inconformismo com a repetição das velhas fórmulas do “sempre foi assim”. É o olhar produtivo que levará o Brasil para o futuro.

Transformando os problemas de produtividade em “doenças do olhar”, Luciano propõe uma profunda reflexão sobre como cada um de nós percebe a si mesmo dentro do ambiente profissional, quais são nossas responsabilidades e as promessas que fazemos quando assinamos nosso contrato de trabalho.

Bem humorada e surpreendente, esta palestra é um chacoalhão nas pessoas para que estejam conectadas ao ambiente e percebam sua importância dentro dos processos produtivos.

 

Navegar é preciso viver não é preciso

Uma visão instigante sobre planejamento estratégico:

  • Planejamento sistemático e pensamento criativo
  • As armadilhas das atividades operacionais
  • Trabalho improdutivo: o mais importante problema comportamental
  • Ação com propósito
  • Os sete perigos da liderança
  • Sobre sorte e oportunidade

Durante séculos os homens tentaram chegar ao extremo norte do planeta, o Polo Norte, em busca de riquezas, conhecimento, fama e fortuna. Muitas tentativas fracassaram de forma trágica, outras quase deram certo, mas todas constituem valiosas lições de planejamento e liderança, que permitem paralelos com o mundo profissional em que atuamos.

NAVEGAR É PRECISO, VIVER NÃO É PRECISO é uma palestra que apresenta de forma original e inovadora os fundamentos do Planejamento Estratégico. O pano de fundo são histórias que relatam algumas expedições que tentaram chegar ao Polo Norte ao longo do século 19 . Há anos estudando a história dos grandes aventureiros, em 2008 Luciano Pires tornou-se num dos poucos brasileiros que chegaram até o Polo Norte, no topo do mundo, a bordo de um navio quebra gelos nuclear russo.

Luciano usa sua experiência profissional de mais de 30 anos como executivo de multinacional e depois empresário, para propor reflexões sobre o uso do planejamento como forma de atingir objetivos com redução de riscos. E o faz de forma irresistível ao incorporar elementos de aventuras reais à realidade de nosso dia a dia. Bom humor, muita informação e provocações fazem da palestra um momento inesquecível.

Utilizando imagens de alto impacto, Luciano Pires recria algumas das missões mais ambiciosas que envolveram cuidadoso planejamento e tiveram resultados diferentes em razão de pequenos detalhes. Cada história contada de forma dramática traz diversos paralelos com nossos desafios no dia a dia profissional.

Empresas Nutritivas

O que faz com que algumas empresas consigam atrair e reter talentos? Esta provocativa palestra aborda temas como:

  • Definição de empresa nutritiva
  • O primeiro mandamento: dar lucro
  • A precisão dos processos e a imprecisão dos desejos
  • Os pilares do bom gerenciamento
  • A proposta de valor
  • A definição dos valores e visão da empresa para engajamento dos funcionários
  • Empresas são tribos
  • A importância das conexões e dos relacionamentos
  • Liderança

Por que algumas empresas são especiais? Atraem as pessoas talentosas e conseguem segurá-las? O que essas empresas têm em comum? A palestra EMPRESAS NUTRITIVAS passa ao largo das receitas milagrosas para propor uma reflexão sobre a natureza dos negócios, a importância do lucro, o valor dos intangíveis, o controle como inimigo da imaginação a importância de valorizar os processos de julgamento e tomada de decisão e a letalidade da burro…ops! burocracia.

Aborda de forma original temas como as definição dos valores e visão da empresa e como isso precisa ser apresentado de forma a capturar o coração e a mente das pessoas. E também inverte o sinal, tratando de como as pessoas precisam se integrar aos valores, visão, missão e objetivos da empresa.

Irreverente, bem humorada e profundamente reflexiva a palestra EMPRESAS NUTRITIVAS trata das relações entre os negócios e os seres humanos. Empresas não são prédios, máquinas, móveis ou terrenos. Nada disso tem vida. Quem tem vida e dá personalidade às empresas são as pessoas, logo, empresas nutritivas precisam de gente nutritiva

Ganhe grátis o ebook “O Seu Everest”

Cadastre-se no site e receba doses periódicas de Iscas Intelectuais. E de quebra, receba o e-book  O SEU EVEREST com os principais pontos da palestra Meu Everest, de Luciano Pires.