O Complexo de Vira-Lata

Como evitar que nos julguemos piores do que somos.

  • Um país que é menos que os outros
  • Histórias de decepções
  • A história da equipe Copersucar-Fittipaldi: heróis transformados em fracasso
  • O brasileiro pode ser mais do que pensa que é?

Partindo da imortal criação de Nelson Rodrigues nos anos 60, quando afirmou que o brasileiro tem “complexo de vira-latas”, esta palestra faz uma análise das razões políticas e econômicas que tivemos nestes últimos 30 anos para acreditar que este país não pode dar certo. Aborda a questão das referências políticas e culturais de hoje em contraponto àquelas dos anos 60 e traz a história da primeira e única equipe brasileira de Fórmula 1 que correu entre 1975 e 1982 e entrou para a história como um exemplo de fracasso.

Tendo coordenado o processo de recuperação do FD 01, o famoso Copersucar, como comemoração dos 30 anos da Equipe Fittipaldi, Luciano Pires traz informações e imagens inéditas que apenas comprovam nossa tendência a não acreditar em nossa capacidade.
Após esta palestra, sua equipe terá outra percepção da história e passará a respeitar heróis que foram transformados, pela ignorância, em fracassados. Esta palestra é um excelente exercício de reflexão sobre a forma como realizamos nossos julgamentos e tomamos nossas decisões.

 

O Buraco da Fechadura

Como proteger-se da visão catastrofista que influencia nossa tomada de decisão.

  • Nossa visão do Brasil: trinta anos de decepções
  • A mídia e a informação: superficialismo e manipulação
  • A teoria dos quatro Rês: como lidar com a informação
  • Que país é este? Qual minha responsabilidade?

Comentário

Nós brasileiros parecemos analisar o Brasil através de um buraco de fechadura. Vemos uma parte pequena da realidade e saímos tomando as decisões que vão direcionar nossas vidas. Poucos se dão ao trabalho de abrir a porta para ter uma visão completa dos problemas e oportunidades.

A mídia cumpre um papel preponderante na criação de um quadro de calamidade iminente. Esta palestra discute a postura que devemos ter diante do volume cada vez maior de informações que recebemos, discutindo questões como credibilidade, visão crítica, relevância, responsabilidade e ressonância das informações.

Crítica, repleta de exemplos familiares a nosso dia a dia e muito bem humorada, esta palestra dá pistas para o desenvolvimento de uma atitude positiva, realista e ampla da nossa realidade, ajudando a criar uma armadura emocional que nos proteja da onda de pessimismo que nos quer fazer piores e menores do que na realidade somos.

Recomendação

Excelente para programas de qualificação de equipes e para o desenvolvimento de uma visão crítica sobre os processos, sempre com a visão de buscar oportunidades para melhoria.

Comunicação em Tempos de Cólera

Esta palestra trata dos filtros que devemos criar para nos proteger do bombardeio de informações manipuladas, além de discutir a importância da contextualização. E no final dá dicas que podemos seguir para garantir um mínimo de proteção contra informações falsas, manipuladas e especialmente distribuídas para fazer com que ajamos de acordo com o desejo de alguém. Mesmo contra nossos princípios e desejos.

Num mundo que a cada dia fica mais complexo, como deve ser encarada a função “comunicação”? Cada vez mais conectados, estamos nos distanciando uns dos outros, perdendo a oportunidade de ver expressões, linguagem corporal e outras coisas impossíveis de serem escritas ou descritas. Você diz suas palavras, mas os outros ouvem conforme as experiências passadas deles, com significados próprios que podem ser muito diferentes dos que você tentou expressar. Para piorar, somos a sociedade das mídias, e a comunicação através da mídia exige uma série de cuidados. Especialmente quando, protegidas pela sensação de anonimato, as pessoas deixam de lado seus filtros morais, a educação e a polidez, para criticar, atacar, ofender e, se possível eliminar seus “inimigos”.

Se você participa de alguma mídia social sabe do que estou falando.

Esse novo mundo exige cuidados redobrados não só dos indivíduos, mas das empresas, para proteger seu ativo mais importante: a reputação.

Ganhe grátis o ebook “O Seu Everest”

Cadastre-se no site e receba doses periódicas de Iscas Intelectuais. E de quebra, receba o e-book  O SEU EVEREST com os principais pontos da palestra Meu Everest, de Luciano Pires.